terça-feira, janeiro 01, 2008

Recomeçar


(olhares.com)



Recomeça….

Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças…

Miguel Torga

8 comentários:

Maria disse...

Torga, excelente, para início de um novo ano....
Beijos, Amigona

Professora disse...

Mais um ano que começa e é altura de deixar um beijinho aos nossos amigos. Obrigado por existiram

avelaneiraflorida disse...

Querida Amigona,

POIS...RECOMECEMOS!!!!!!

e Torga...sempre!!!!
Bjkas,Amiga!!!!

Sophiamar disse...

Lembras-te, amiga, do dia em que te dediquei este poema? Todos os dias, todas as horas são de recomeço. A vontade , o querer e o crer estão dentro de nós. Não desistas amiga. Que o Ano Novo te traga Paz, Saúde, Alegria....e o Sol que te aquece a alma.

Mil beijinhossss

SILÊNCIO CULPADO disse...

Lindo, Amigona.Porém às vezes temos que comer só metade do fruto!

Rosa Maria disse...

Olá amigona

Lindo o poema.

Neste novo ano quero deixar-te votos de muita felicidade.

Beijinhos

Carminda Pinho disse...

Recomeçar com Miguel Torga, é uma óptima maneira de recomeçar.

Beijinhos

Um Momento disse...

Adoro Miguel Torga

Grata pela partilha
Sorrindo te sopro um beijo
(*)