segunda-feira, maio 22, 2006

Realidade



Sim, eu sei e compreendo muito do que me disseram;

- muitos pais estão a trabalhar e não podem estar nos hospitais com os filhos, até porque nalguns casos os patrões ameaçam com despedimentos,

- há outras obrigações familiares que colidem com o tempo que é preciso estar no hospital;

- muitos pais choram porque gostariam de lá estar e não estão;

Sim, eu sei tudo isso e muito mais que não cabe em palavras mas dê eu as voltas que quiser NADA pode mudar a realidade:

- 3 anos - trissomia 21 - sozinha no quarto toda a manhã;

- 3 anos, operado à cabeça, a mãe vai vê-lo só às vezes, está grávida; ainda não a conheço;

- 2 meses e a mãe raramente o vai visitar;

São todos crianças sofridas, a precisar de muito carinho e de muito

amor...e por muito que lhe seja dado, NADA pode substituir aquele que

lhes falta...

E, naquele hospital, continuo a não saber encontrar a resposta...

35 comentários:

Hindy disse...

Mas de certeza que a tua presença e o teu carinho trazem sorrisos a essas crianças! Continua! :)
Beijinhos

andre rodrigues disse...

Estou certo que em ti esses meninos encontram um porto seguro e um gesto que faz os olhinhos brilhar de felicidade... a pouca que conseguem ter no hospital... mas que é qualquer coisa.

GRRRRRR PAIS DESNATURADOS :(

missixty2000 disse...

Ler isto põe-me triste!!Quantas noites passei sem dormir e eles nem estavam no hospital!!Só a preocupação da febre, já me fazia andar acordada toda a noite de volta deles!!Mas será que algum dia, essas crianças, terão o mesmo carinho pelos pais???
Também a 3ª idade é tratada com muito desprezo e abandono.....

Salvador disse...

Força amiga.
A vida precisa de ti
Obrigado por seres assim

1 abraço imensooooo...

BAd disse...

E pensar que tantos casais vivem o desespero de tentar adoptar, outros vivem o desespero de não conseguirem ser pais.
Pais que dariam o mundo se lhes exigissem para terem junto a si uma criança, idepedentemente de esta ser doente, branca, negra, bebé, com problemas, etc.
Estou como tu, há coisas que simplesmente não entendo.
Beijinhos e continua lutadora como até aqui

sendyourlove disse...

Deixo-te apenas um beijo e a minha admiração.

poca disse...

sem palavras...
chocada no mínimo!
acho desumano estas condições de trabalho quê impede os pais de estarem com os filhos...
em relação `amãe qu enão vai ver o filho... não conheço as raz~ões dela... mas não deve ser nada fácil para ela...
qualquer situação de doenças graves em crianças deve ser do mais cruel...

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

E sabes o que é ainda pior as vezes? esses bébés e todos em geral, nao conhecem rancores. ao ser levantar osbraços a quem lhes oferecer colo. Eh o instinto de querer toda a hora protecção mesmo que escolham a ma pessoa.

Credo :(

Beijokas

Em busca de Felicidade disse...

Já disse e volto a repetir..
Curvo-me perante a atua atitude.

Bjos

Rosmaninho disse...

Amigona

É urgente o Amor, nos hospitais e em muitas outras instituições!
Médicos, enfermeiros e todo o pessoal auxiliar têm obrigação de o distribuir, não basta tratar do sofrimento físico...
Se um pouco do Amor que existe, nos corações desse hospital, fosse dado como tu o fazes, essas crianças tinham todo o carinho e o amor do mundo.
Quanto às "mães" ausentes... ninguém se lembraria delas, para quê?!

~*Um beijo*~

canela_e_jasmim disse...

Um bom dia para ti e dias melhores para todos os seres que precisam de ajuda.
Beijinhos

a lice disse...

Custa muito encarar estas tristes realidades, que infelizmente abundam no mundo...

Beijinhos.

Casemiro dos Plásticos disse...

tem calma!
1beijo
1abraço

terragel disse...

AMIGONA, feliz de quem puder te ter sempre por perto.
Bjs

sofyatzi disse...

O que vale é que existem pessoas como tu, e que com apenas um sorriso teu essas crianças sintam que alguém as compreende. Infelizente existem muitas crianças assim: "abandonadas" à sua sorte, sem amor, sem carinho.
Eu era incapaz de tratar assim um filho...mas...nem todos somos iguais. Continua a dar-lhes o teu sorriso, pois, isso é muito importante para eles.Acredita!

ruth iara disse...

Querida, tu és a resposta. E tudo o que puderes fazer trará bons exemplos. Nunca somos insuficientes, mas oferecemos cada um de forma limitada e "somos os braços uns dos outros". Nem todo o caminho é para ser trilhado por um indivíduo. Mas, o coração sabe o caminho do ser.

Beijos!
Felicidades e muito amor e paz!

manuel disse...

Nos hospitais há ainda muita coisa a que não sabemos dar a resposta.
Mas ainda bem que há pessoas da "sociedade civil" como tu lá dentro.

Ana disse...

O mundo é tão cruel...Apasar disso é bom saber que ainda pessoas com bom coração!!

Nuno Marques disse...

Todo o amor que se dá a uma criança é nos retribuídos em dobro...

Gostava, (gostávamos todos?) que tudo fosse diferente...

Como diz um amigo meu: "Lutar pelas nossas crianças com um sorriso nos lábios"

"As crianças são o melhor do Mundo"

Hasta siempre

AS disse...

A forma como essas crianças te tocam o coração, são a garantia de que nunca se sentirão abandonadas!... Bem hajas minha amiga! Permite que te deixe um abraço...

Marta disse...

Tens muito valor pelo que fazes na vida.
Não tenho força para tal. Não sei seria capz.
Posso tentar compreender todos, mas o de 2 meses?!
Complicado. Nestes casos passo muito rapidamente da compaixão para a revolta. Neste caso não encontro compreenção.
Resta-nos acreditar que seremos e estaremos sempre para os nossos.

Bem hajam.
Um abraço
Força

Tia Cremilde disse...

acredito, mas nao vou nunca aceitar isso.
lá na catequese tb se vê muito abandono e, felizmente, a esses meninos não falta saúde e na maioria dos casos, nem dinheiro falta!

Helder Ribau disse...

voltarei a visitar-te :)

Tatiana Valentina disse...

a única coisa que posso dizer é que admiro a tua força e a tua coragem e que magoa tanto ver que existem pais que não sabem dar carinho aos seus próprios filhos...quem não sabe dar valor a uma criança... é capaz do pior !

Tatiana Valentina disse...

a única coisa que posso dizer é que admiro a tua força e a tua coragem e que magoa tanto ver que existem pais que não sabem dar carinho aos seus próprios filhos...quem não sabe dar valor a uma criança... é capaz do pior !

SPECTATOR disse...

mundo cruel este nosso!
ja trabalhei num lar, e sem bem de muito dessas coisas.
já vi a verdadeira solidão humana em ambulatório psiquiatrico!
até depois, não gosto de "falar" sobre estas coisas!
jinhos!

filomena disse...

Boa tarde minha linda

chuvamiuda disse...

.....a revolta tem de deixar de ser silenciosa, obrigado pela tua dedicação.....

Beijinhos

inBluesY disse...

Amiga, n sei que fazes lá, seja o que for, sei bem o quanto grata estou por todas as noites em Sta Maria.
Um BJ

Miudaaa disse...

TanTas e TanTas Questões para as quais não temos, não sabêmos e nunca encontrarêmos resposta... ainda bem que tu existes!!!

Sandra disse...

A tua atitude é sem duvida de louvar!!
Um bem haja por fazeres o que fazes!! Nada substitui o amor dos pais, mas sem dúvida que o carinho que dás a essas crianças contribui para que se sintam um pouco melhor...

Faz-me sempre imensa confusão ler testemunhos destes. Basta a minha filha ter um pouco de febre e eu já quase que não durmo...

Beijoca

Eu disse...

às vezes é muito dificil compreender e aceitar determinadas realidades da vida...
Continua a ser quem és, a fazer o que fazes, esse meninos nunca se vão esquecer de ti.
:)

Piquinota disse...

E tu levas-lhes o carinho, o conforto e o amor que eles precisam!
Não se pode ser pai/mãe... mas pode-se ajudar! E tu estás a fazer isso!!

Jinhos

alfazema disse...

Amigona

Não pude deixar de passar por aqui. Sabes que tenho grande consideração, estima e respeito por quem arranja um tempinho, e há sempre, assim o queiramos nós, para dedicar aos outros. Então as crianças e os idosos abandonados tanto precisam de uma mão amiga!
Vales ouro amiga.
Beijinhos mil. Distribui por quem quiseres mas dá logo um à neta.

dakidali disse...

de partir o coração, imagino. Ainda bem que há pessoas como tu para que a vida lhes custe menos.
Beijinhos