quarta-feira, dezembro 17, 2008

Natal



O Natal é, para mim, uma época complicada!

Gosto da magia que anda no ar, mas sempre achei que era uma época muito cruel em que as diferenças entre os homens se vivem de uma maneira muito intensa: quem tem muito gasta muito, demasiado e desnecessariamente. Quem não tem nada vê meio mundo a gastar o que tem em coisas que, às vezes, são completamente fúteis!


Não gosto do desperdício desta época quando sei que tantas pessoas nada vão ter!

Não gosto do que se gasta quando tantos precisam de ajuda!

Não gosto NADA do espírito de solidariedade que assola meio mundo quando no resto do ano parece que não há problemas!


Não gosto de ver (quase sempre) as mesmas Instituições a serem beneficiadas pelos dinheiros, campanhas, espectáculos que se vão realizando quando outras contam os cêntimos ao longo de todo o ano...

Estou sempre a desejar que esta época passe!

Este ano obriguei-me, AINDA MAIS, a fazer um natal melhor.A minha vida vai ser simples. Pessoalmente, vou estar com a minha família (a Catarina passa a noite de 24 connosco) até pouco depois do jantar. De seguida vou para o pé daqueles que não têm família (exista ou não) e irei dividindo o meu tempo entre uns e outros! Dia 25 farei o mesmo.

Qunto a compras não andei por aí feita doida a comprar por comprar! Não andei em filas e filas...

Para mim é Natal todo o ano.

14 comentários:

Grace Olsson disse...

http://eueorenascerdascinzas.blogspot.com/


Para falar a verdade....eu acho uam época triste..Nao tem lâmpadas que dê jeito na minhya tristeza...É algo desde crianca que me acompanha...
E fica mais enfatizada a diferenca que há entre ricos e påobres..beijos e dias fleizes

Sophiamar disse...

À medida que o tempo passa, o Natal vai sendo mais triste, mais nostálgico embora não perca totalmente a magia e o encanto que a quadra tem.
Faço minhas as tuas palavras.Compras poucas faço e cada vez sou mais contra os consumismos de certas datas. Natal é solidariedade. Natal é todos os dias.

Beijinhos mil

Bem-hajas!

Maria disse...

Faço minhas as tuas palavras, querida Amigona. Só não tenho uma Catarina que passe a noite de 24 aqui...
:)))
Compras nem uma. Talvez lá para Fevereiro ou Março, que é quando as crianças começam a fazer anos...

Beijos e abraços

heliojumeudoce disse...

Olá!:)Desculpe a invasão...
Mas passei para ler o seu post e acheio o seu blog muito profundo e com textos bonitos de reflexão.
Este que escreveu sobre o Natal é o que eu também sinto.
Sinto uma tristeza enorme por ver as pessoas sozinhas nesta época, e por aqueles que não tem o que comer.
E tantos que gastam rios de euro em compras e outros nem o gosto do bacalhau sentem.
Por essas pessoas que não tem nada que Deus lhes de um pouco de consolo.
E que tantos como voçê sejam sempre solidários durante todo o ano e não só nesta época.
Natal é quando o homem quiser.
O melhor efeite de Natal é ajudar os outros e um grande sorriso.
Passe no meu blog um beijo Ju:)

Vieira Calado disse...

Pois....

O Natal deveria ser todo o ano.

De todas as maneiras, vou postar um poema de Natal.

E aproveito para desejar-lhe

uma excelente reunião de família e...

BOM NATAL


Bjs

Carminda Pinho disse...

"Natal é em Dezembro, ou em Maio pode ser, Natal é em Setembro, é quando um homem quiser..."
Lembro-me sempre desta canção do Paulo de Carvalho, nesta época, que é cada vez mais triste, para mais gente.

Beijo

São disse...

Minha querida, para ti e para quem amas - especialmente a Catarina _ o meu sincero desjo de festas alegres, Natal de amor e harmonia e de um excelente 2009!

Um abraço apertado.

elvira carvalho disse...

Pois amiga, este Natal quero que seja melhor que nunca. Não em compras ou coisas materiais, mas em calor humano. Meu pai está muito mal. Quero que quando ele se for, o carinho da família à sua volta e todo o amor envolvente, seja a melhor recordação que ele leve.
Um abraço e boas festas, para os seus protejidos e para todos os que ama.

ASPÁSIA disse...

AMIGONA, JÁ VISITEI OS GATINHOS ALI EM BAIXO...

FAZ MUITO BEM EM FAZER COMO AQUI DIZ. EU PRATICAMENTE NAO TENHO FAMILIA A NAO SER O PAI E NAO COMPRO PRENDAS.
S+O A MINHA TIA DEI UMA PRENDA DE CARÁCTER "TERAPEÚTICO" QUE ELA TEM
MUITOS PROBLEMAS DE ARTICULAÇÓES.

O NATAL TEM AS COSTAS LARGAS NO QUE TOCA A APREGOAR SOLIDARIEDADEZINHA... ERA PRECISO QUE TODOS TIVESSEM O NECESSA´RIO E SUFICIENTE O ANO INTEIRO, ISSO SIM! INCLUINDO COISAS INVISÍVEIS, COMO CARINHO, CUIDADOS, MIMOS...

FICAM VOTOS DE MUITA SAÚDE, PAZ, ALGUMA ALEGRIA - A NECESSÁRIA E SUFICIENTE PARA SE CONTINUAR MAIS UM ANO DE LUTA(S)!

BEIJINHOS AMIGOS EXTENSIVOS À FAMÍLIA !

Hindy disse...

Linda...

Beijinho hindyado

Pena disse...

Extraordinária Amiga:
É linda, sabia?
Concordo com tudo o que diz sobre a quadra natalícia consumista e que despreza alguns seres humanos com menos capacidades monetárias.
Vejo em si muita ternura e carinho a eles e a elas.
Lindo, o que faz. Enternecedor e digno. Repleto de encanto, pureza e beleza de sentimentos nobres.
Adorei!
UM SANTO NATAL muito FELIZ, são os meus votos sinceros.
Beijinhos do tamanho do mundo pela seu valor imenso.
Maravilhado pelas suas atitudes e gestos enternecedores e fabulosos.

pena

MaF_Ram disse...

Para mim esta época do Natal também não é nada fácil.
Mas o mais importante para mim é o Menino que nasceu para nos vir salvar.
Por isso deixo-te votos de um Santo Natal repleto de Amor e Alegria; e um Novo Ano de 2009 com muita Paz e Esperança num mundo melhor!
Votos para a avó, a princesa e toda a família.

Muito beijinhos

Espaço do João disse...

Mas! Onde está o brilho do Natal que tantos apregoam? Será por haver iluminações por todo o lado? Meus amigos, cada um de nós se contribuísse com um cêntimo, garanto-vos que então haveria natal para todos. Quantos vão morrer de fome nesse dia? Tenho sempre presente um poema do nosso querido António Aleixo.
++++++++++++++++++++++++
O pão que sobra à riqueza
destribuido pela razão.
Matava a fome à pobreza
e, ainda sobrava pão...

Feliz natal para ti e família. João

Odele Souza disse...

Querida amigona,

Há onze anos - e sabes porquê - o Natal para mim tem sido muito triste. Além de minha realidade pessoal, sem Flavia SAUDÁVEL, vejo pelo mundo este cruel contraste nas casas e mesas das pessoas. Uns com tanta fartura, outros com tantas carências.

Mesmo assim, desejo a ti a aos teus, UM FELIZ NATAL.

Um forte abraço.