terça-feira, junho 03, 2008

Instantes da vida


Uma imagem tão negra? É, foi o que melhor encontrei para "ilustrar" alguns dos problemas com que algumas famílias se confrontam!
Situação:
1 - Idoso, 88 anos, viúvo, com temperamento MUITO violento e sem quaisquer amizades quer na família quer nos vizinhos. É aquela pessoa de quem qualquer um de nós diria: é MUITO MAU!
2 - Tem uma filha com quem NÃO tem NENHUMA relação!
3 - Vivia sozinho, da sua reforma (cerca de 700€) e até tem um PPR!!!
4- Teve um AVC (pois!!!)...NÃO fala, não anda e está paralisado!
E agora? Como pode a filha cuidar dele se mora em Lisboa, tem aí a sua vida e ele está aqui na Charneca de Caparica?
Com a ajuda do dinheiro que ele tem - dirão vocês? ERRADO!!!
NINGUÉM pode mexer na conta sem uma ordem do tribunal (vai levar mais dum ano a chegar)!!!
Então como paga a filha as despesas que aí vêm? NINGUÉM sabe! Ela que se "desenrasque"!!!
Se o pai morrer, então como herdeira já chega ao dinheiro!!!
VOU ALI E JÁ VOLTO!!! Preciso de apanhar ar!!!

17 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Amigona
É revoltante a situação que descreves.
O simplex onde anda?
Como é que vão resolver a situação? O que é preciso fazer?

Beijinhos

Susete Evaristo disse...

Olha amiga se o fulano era assim tão mau que nem familia nem amigos tinha por muito que te doam as minhas palavras a situação em que se encontra buscou-a pelas suas próprias mãos. Se não foi um pai como devia ter sido a responsabilidade da filha também é nula e aí só terá de pagar se for de facto herdeira pois com toda essa maldade é bem capaz de ter feito testamento deserdando a filha e aí só o Tribunal pode de facto decidir.
Há gente assim!

Maria disse...

Não teço comentários à questão jurídica, nem vale a pena. Tão pouco o faço sobre a questão social.
Prefiro ir apanhar ar, contigo. É que fiquei mesmo com falta de ar....

Um abraço enorme, Amigona, e beijos.

amigona avó e a neta princesa disse...

Susete, boa amiga, percebo as tuas palavras mas também sei que tu sabes que ele é um ser humano e tem direito às condições básicas de vida. Não deserdou a filha, o problema é que neste caso e foi o que pretendi denunciar, a filha é que precisa de ajuda que até se propõe a ajudar um pai que nunca lhe deu um beijo(!!!)mas como fazê-lo se não consegue chegar ao dinheiro da reforma que não vai chegar mas já é uma boa ajuda?
Se a filha o abandonar ou tratar mal aí a Lei cai-lhe em cima mas agora não lhe dão as possibilidades de o ajudar...beijos...

amigona avó e a neta princesa disse...

Lídia querida acho que o simplex anda por aí nuns tantos discursos que algumas figuras de proa gostam de fazer...estamos a tentar ajudar mas é difícil porque mete tribunal e aí é outro "simplex"...beijos...

amigona avó e a neta princesa disse...

Maria, obrigada amiga pela companhia...bem preciso...beijos...

Susete Evaristo disse...

Pois é amiga,a maior parte das vezes a lei não protege os mais fracos, deve ser essa a razão e não outra que a representam com os olhos vendados.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Amigona

Por favor vai a este endereço e vê os blogues que foram escolhidos:

http://www.downloadseafins.blogspot.com/search.php?q=pkx&r=0&submit=Procurar

Beijos

Professorinha disse...

Realmente é triste o país em que vivemos... Que situações revoltantes!!!


Beijos

Um Momento disse...

O País onde vivemos... e as suas burocracias...
Vou apanhar ar contigo...

Beijo !

(*)

Anónimo disse...

Amigona Querida!!!
vai! vai apanhar ar, que bem precisas!!!
o que contas é muito mau e tantos, tantos outros casos idênticos a viver por aí!... mas os "maiores" continuam ( a fazer-se) cegos, surdos, mudos...
ah! claro que teimo em ser tua amiga :)!!! qual era a dúvida :)?...
beijocasssssss
vovó Maria

Lumife disse...

Retrato do que se passa em tantos campos do nosso País. Nada se resolve sem a demorada burocracia que resulta normalmente em chegar tarde demais a solução .

Bjs.

Betty Branco Martins disse...

querida______Amigona




Lumife________diz e muito bem!____no nosso país nada.mesmo______NADA se resolve




existe a lei do_____desenrasca______que é aquela que o portugues conhece______bem!







beijO_____C_____carinhO

Espaço do João disse...

Cada caso é um caso.Isto a meu ver é como a pena de morte. Por muito mau que um indivíduo seja, tem o direito de pelo menos morrer emdignidade. É fácil mandar da boca para fora as revoltas que sentimos em certas situações, mas a vida humana deve ser respeitada. A lei dos homens foi criada pelos homens, portanto tem direito à sua honra.

elvira carvalho disse...

É realmente revoltante a situação que descreve. Mas quando se trata de direitos dos cidadãos neste País, não há volta a dar-lhe, ca´mos sempre na m**** do sistema.
Um abraço

Sophiamar disse...

Fizeste-me chorar. Lembras-te de alguém que, há cerca de um mês, aqui, publicamente, se mostrou grata a outro alguém por lhe ter dado a vida apesar de a ter abandonado? Assim devíamos ser todos nós. Com gratidão esta filha quer auxiliar o pai mas e a justiça, onde mora ela? Este homem é um ser humano e a filha pode não ter condições económicas para responder à situação.
Saio revoltada!Onde está a racionalidade e a humanidade do ser que se diz racional e humano?

Beijinhosssss

BlueVelvet disse...

Amigona,
não entendi bem qual a situação, mas parece-me que há um idoso em questão.
E aí...realmente é melhor ir apanhar ar...
É que idosos para mim, crianças e animais passam à frente de tudo.
Veludinhos azuis