quinta-feira, fevereiro 14, 2008

CRIME



Hoje é dia de blogagem colectiva contra a pedofilia infantil. TODOS os dias são dias de estar alerta!


É preciso estar atentos porque AO CONTRÁRIO de muitas campanhas vistas por aí, o perigo MAIOR não vem dos estranhos! Vem da própria família, dos amigos, dos conhecidos, dos vizinhos.


É preciso acabar com este crime contra crianças indefesas. É preciso acabar com a impunidade daqueles que se movem nestes meios só porque são IMPORTANTES, porque são FIGURAS PÚBLICAS.


Para todos os que têm crianças NUNCA nos podemos distrair. É preciso estar atentos aos sinais que, às vezes, podem vir até dum simples computador.


Para que as crianças cresçam FELIZES!



Do blog do Pedro Namora copiei esta foto e este poema.
Perante este crime, às vezes, é difícil dizer alguma coisa tão horrendo se nos afigura, mas temos que dizer NÃO à passividade!!! O que as crianças sofrem não pode ficar escondido e, sobretudo, não podemos deixar que , algumas vezes, sejam as vítimas que sejam apelidadas de MONSTROS!


O meu nome é "Sara"
Tenho 3 anos
Os meus olhos estão inchados,
Não consigo ver.
Eu devo ser estúpida,
Eu devo ser má,
O que mais poderia pôr o meu pai em tal estado?
Eu gostaria de ser melhor,
Gostaria de ser menos feia.
Então, talvez a minha mãe me viesse sempre dar miminhos.
Eu não posso falar,
Eu não posso fazer asneiras,
Senão fico trancada todo o dia.
Quando eu acordo estou sozinha,
A casa está escura,
Os meus pais não estão em casa.
Quando a minha mãe chega,
Eu tento ser amável,
Senão talvez leve
Uma chicotada à noite.
Não faças barulho!
Acabo de ouvir um carro,
O meu pai chega do bar do Carlos.
Ouço-o dizer palavrões.
Ele chama-me.
Eu aperto-me contra o muro.
Tento esconder-me dos seus olhos demoníacos.
Tenho tanto medo agora,
Começo a chorar.
Ele encontra-me a chorar,e atira-me com palavras más,
e diz que é culpa minha, que ele sofra no trabalho.
Ele esbofeteia-me e bate-me,
E berra comigo ainda mais,
Eu liberto-me finalmente e corro até à porta.
Mas ele já a trancou.
Enrolo-me toda em bola,
Ele agarra em mim e lança-me contra o muro.
Eu caio no chão com os meus ossos quase partidos,
E o meu dia continua com horríveis
palavras...
"Eu lamento muito!", grito.
Mas já é tarde de mais.
O seu rosto tornou-se num ódio inimaginável.
O mal e as feridas mais e mais,
"Meu Deus por favor, tenha piedade!
Faça com que isto acabe, por favor!"
E finalmente ele pára, e vai para a porta.
Enquanto eu fico deitada,
Imóvel no chão.
O meu nome é Sara.
Tenho 3 anos,
Esta noite o meu pai *matou-me*.

22 comentários:

Sophiamar disse...

Amiga Querida, fico arrepiada, revoltada, fora de mim quando abordo ou abordam este tema. Que tem mesmo de ser abordado.Onde estão estes monstros? Como podemos dizimá-los? Temos mesmo de estar atentas porque eles surgem no seio dos lares onde cometem os crimes. Não pode haver medo de denunciá-los. Não podemos calar.

Deixo-te mil beijinhosssss
És fora de série. És GRANDEEEEEE!

elvira carvalho disse...

Amiga, também estou consigo. Sempre me arrepio quando leio este poema. Um abraço

Melões Melodia disse...

Enfim. Nao sao as palavras o que encontro para descrever aqui. Tambem o que esta ideia me causa e o que me faz sentir, nao e o que interessa. Interessa mais quem esta do outro lado e precisa de mim. Espero ser sempre capaz de ler nos pequenos sinais e que cada dia haja menos meninos no meu hospital, mas porque ha menos e nao porque se calou.
beijo grande

Pena disse...

Deve ser atemorizante e repleto de desencanto um acto violento exercido sobre uma criança doce e terna. Que tudo merece. Está indefesa. Vive numa inocência de ingenuidade.
Que monstros podem fazer um acto destes?
"Pessoas" sem escrúpulos ou descabidos de uma sensibilidade inexistente que se alojam cobardemente no mundo puro infantil para satisfazer os seus propósitos de horror e violência.
Porquê, meu Deus?
Não! Sobre as lindas crianças não, por favor!
Que se julguem estes seres nojentos que actuam na sombra de um carácter doentio e sem quaisquer tipos de princípios.
Condenável, amiga!
O seu poema não pode existir. Deixa qualquer pessoa de bem de rastos. A pensar. A visualizar sonhos puros desfeitos e inacabados das lindas crianças.
Quem pode fazer isto, meu Deus?
É uma atrocidade violenta, cobarde e injusta.
Tratem-se! Curem-se! Acima de tudo pensem e sintam no mal profundo e sentido do que nojentamente fazem.
É tudo o que diz, terna amiga. Muito completo de tratamento este acto criminoso e hediondo.
Beijinhos sensíveis de amizade

pena

avelaneiraflorida disse...

POR TODOS OS SERES HUMANOS!!!!
POR TODAS AS CRIANÇAS QUE QUEREM VIVER!

Bjkas!

missixty disse...

Dizem que a pedofilia é uma doença e que não tem cura! Mas sinceramente penso que nem todos são doentes! É revoltante haver no mundo seres tão despresíveis! Posso perdoar qualquer tara sexual, menos essa! Deviam ser tomadas medidas mais drásticas nesse sentido, o problema é que a pedofilia abrange a alta sociedade e eles controlam completamente a lei! Sendo assim, os pais tem de ser os principais responsáveis e estar sempre atentos. Ter diálogos abertos com os filhos! A educação conservadora não é a que os protege!
beijinhos e desculpa vir pouco aqui, mas ando muito ocupada, de qualquer forma não podia deixar de comentar este post!

Filoxera disse...

Nenhum cuidado é pouco, infelizmente.
Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
bem hajas, amigona,
bem hajas, dr. pedro namora,
,
conchinhas
,
*

Kalinka disse...

Amiga
quero aqui explicar que, neste dia de S.Valentim, embora a propaganda em todo o lado se refira apenas a casalinhos que hoje trocam prendas e beijinhos, vão jantar fora,
etc...e tal, este dia também é festejado em homenagem à Amizade.
E, sinto que gostaria que fosses minha Amiga, na vida real, embora para já, seja apenas no mundo virtual.
Um beijinho especial hoje para ti.

Maria disse...

Fiquei sem palavras quando li, há uns tempos, este poema no blog do Pedro.
Continuo sem palavras, Amigona, e as lágrimas mal deixam que eu veja as teclas...
Abraço-te, sabes que estou contigo.

Beijinhos

Fábio Mayer disse...

A criança que não vive sua infância inocente nas barras das saias da mãe, tende a virar um adulto neurótico, um senhor da guerra e da violência. A questão é, claro, combater a pedofilia, mas também deve passar por devolver às crianças uma vida de criança, sem o sexismo e o consumismo de nossos dias, que, por sinal, as tornam vítimas mais fáceis para os criminosos.

marias disse...

Ai amigona arrepiei toda!...
Acontecem coisas destas, e que raio de justiça é a nossa que continuam a acontecer dia após dia.
Deste um bom título ao teu post, e não podemos nem devemos calar CRIMES destes, pelos nossos filhos, pelas crianças do mundo todo, pelos que já não sendo crianças vivem com as marcas de abusos atrozes.

Beijinhos

C Valente disse...

Um drama hoje tão presente infelizmente
Saudações amigas

C Valente disse...

Um drama hoje tão presente infelizmente
Saudações amigas

Lisa's mau feitio disse...

Querida Avó,
hoje venho deixar um beijinho muito tristonho...
É a vida, minha querida Avó.

Beijinhos enormes. Obrigada pela bondade que emana em cada palavra que escreve aqui para todos e no "Mau Feitio" para mim.

Lisa

(Avó, se não puder pegar no desafio da Quaresma, só tem de me visar, para eu passar a corrente a outro. As regras estão lá no post. Não custa nadinha, Avó.)

SILÊNCIO CULPADO disse...

Amigona
Estamos juntas nesta causa como em muitas outras.
O teu post é arripiante e espelha uma realidade que não pode acontecer em pleno século xxi. Isto para não falar nas redes de tráfico e nos abusadores que pelo seu poder e dinheiro ficam impunes.
Beijinhos, amiga

Sombra do Sol disse...

Boa noite minha amiga, nosso mundo da blogosfera é fascinante, sozinhos não somos nada, mas unidos temos forças para mover toda sociedade, pena que nem todos pensam assim.A pedofilia é um crime hediondo, os pedófilos devem ser julgados e severamente punidos, não sei é se nossos governantes pensarão da mesma maneira. Pois se até mudam as leis para proteger alguns. Parabéns pelo seu post, muito bem elaborado. Abraços fraternos do amigo.
http://sombradosol.zip.net

Aspásia disse...

JÁ HÁ UM DIA CONTRA A PEDOFILIA, CALCULE-SE!

MAS NÃO ADIANTARÁ SE OS PEDÓFILOS NÃO FOREM SEVERAMNETE PUNIDOS, OU TRATADOS EM INSTUTUIÇÓES APROPRIADAS, POIS QUEM TAIS CRIMES PRATICA NÃO É BOM DA CABEÇA, DE CERTEZA...

BEIJO TRISTE...

Lisa's mau feitio disse...

Avó do meu coração: obrigada pelo mimo que tão bem me soube e logo hoje que estou tão chorona...

Qto à Quadragésima, é como lhe disse. Tem lá as regras. Bloga-as aqui, com a sua frase e passa a outro blogger. Ele fará o mesmo, etc, etc...

Não é custoso. Seria tão bom que dessemos vida a esta corrente. Já visitou o blog do padre do meu coração, Avó? É tão cheio de coisas boas, positivas e engraçadas!

Avózinha, fique bem... vou deitar-me... E rezar pela outra Avó...

Lisa

Sophiamar disse...

Deixo-te beijinhos, o abraço do dia com muito carinho e amizade, minha Amigona.
Parece-me que está tudo a voltar ao normal. Ontem e anteontem, postava mas os textos desapareciam. Não os localizava. Pensei fazer blogue novo.

À tarde farei mesmo um post alusivo ao dia. Fazemos anos, miga grande, Mana querida. Dois!!!!

Parabéns! Preciso de ti, das tuas palavras, da luz que de ti emana. Força! Para todos nós tu és aquela amiga por quem esperamos, em quem pensamos, que desejamos ter.

Mil beijinhosssssssss

luma disse...

Lindo poema, eu ainda não conhecia! Obrigada por sua participação e pela sensibilidade com que tratou do tema! Estamos juntas nessa luta contra a pedofilia, em defesa da inocência! Beijus

Mário Relvas disse...

A sexualidade é livre, mas muitos animais não se resignam a assumi-la e a procurarem nos adultos "normais" o cumprimento das suas necessidades...

Buscam em criancinhas, até bebés!?...E fazem mal aos seres Diferentes, porque não abrem a boca, por vezes. Eu estou sempre a dizer ao meu filho para ter cuidado, mas ele é autista!

Que nunca se metam com ele...NUNCA!

Saudações solidárias