domingo, dezembro 02, 2007

Solidariedade II

2 comentários:

Kalinka disse...

Amigona
assim é bonito ver fazer solidariedade...eu digo muitas vezes que se um dia tiver que acabar os meus dias num Lar de 3ª Idade, que haja pessoas sensíveis e humanas à minha volta, senão morro mais depressa.
Deve ser bom estar nesse «Lar» onde tens um jardim com rosas bonitas, vou levar a rosa que me ofereceste.
Li que tinhas ido ao amigo «Pedro Namora» buscar a petição, mas eu clico em Pedro Namora e não entro em lado nenhum...que se passa?
Beijitos.
NOTA:Já me esquecia - escreveste no kalinka que vivemos longe...mas no outro domingo, fez ontem 1 semana eu passei na Aroeira, gosto muito dessa zona de habitação.

Sophiamar disse...

És uma amiga muito grande. De todos. Fiquei muito comovida! Recuei alguns anos e entrei num lar, muito bonito, com todas as condições. Quarto com casa de banho privativa, ar condicionado, vista panorâmica...mas faltava-lhe calor humano. Fui lá todos os dias e ainda hoje choro. Faltavas tu, Amigona. Porque as condições físicas de um lar são muito importantes mas o carinho, a paciência, a disponibilidade são a componente imprescindível. Não podemos esquecer que o apoio familiar é importantíssimo. O lar não é depósito e os familiares têm como obrigação apoiar os seus idosos. Muitos , infelizmente, deixam-nos lá esquecidos.
A minha mãe dizia sempre. " filho és, pai serás..."
E a saudade crava-se no peito, na garganta...
Obrigada, amiga, Gosto tanto de ti!
Mil beijinhosssssss