terça-feira, outubro 16, 2007

ADRIANO

ADRIANO...sou uma SORTUDA! Posso recordar com emoção as horas passadas na Covilhã, Guarda, Unhais da Serra...as noites na cantoria, na galhofa, nos momentos de alegria que passámos juntos com tantos outros: Zeca, Vitorino, Janita...

Lembro a facilidade com que empurraste o meu carro que se lembrou de fazer greve naquela manhã na Guarda!...e,de seguida, tu e o meu companheiro foram celebrar a façanha com um garrafão de aguardente!

Todos juntos, então, pelo 1º de Maio...

Muitas canções na memória...deixo a recomendação para uma canção que não é muito assinalada mas que eu ADORO: a canção do linho! Registo com agrado que faz parte do álbum editado ontem: Adriano:aqui e agora,o tributo.

ADRIANO...o poeta...o cantor...o AMIGO...

14 comentários:

greentea disse...

Na Guarda ?...


Vê lá tu como temos tanta coisa em comum...
"muito me tarda o meu amigo na Guarda "....

podes ouvir Adriano , lá para os meus lados
beijinhos

Jose Gonçalves disse...

Venho retribuir-lhe a sua amável visita.
Não postei sobre Adriano porque muitos são os espaços que a ele se dedicaram. Não é por isso que sinto menos Adriano.
Um abraço
José Gonçalves

PS. Espero que me permita voltar mais vezes.

pedro macieira disse...

Pelo menos na blogosfera e 30 anos depois de desaparecer, o Adriano Correia de Oliveira continua a se uma referência impar na música portuguesa e ele merece.
Um abraço

Maria disse...

Já somos duas sortudas, Amigona....
As férias na Fuzeta, e as várias (tantas) iniciativas aqui em Lisboa onde ele ia sempre, generosamente, dar o seu contributo...
E o trabalho sindical, onde no fim de cada reunião ia um branquinho fresquinho... e a Matilde e os filhos...
E antes do 25 de Abril, as "fugas" para o "Inferno d'Azenha"... tantas estórias...
Fica ele, na História!
Beijinhos

Sophiamar disse...

Na Guarda?Eu e Adriano tínhamos amigos comuns. Lá. Mesmo no centro da cidade.
Sortuda! Conheci-o mas nunca tive com ele o convívio que tive com Zeca Afonso. Apesar de Adriano estar mais perto de mim no tempo, Zeca esteve mais perto de mim no espaço.
Adoro-os a um e outro. Adorá-los-ei enquanto o tempo mo permitir.

Amigona, querida amiga grande, doce companheira da blogosfera, temos tanto em comum!
Olha leva mil beijossssssssssssssssssssss e um abração.

margusta disse...

Olá Querida Amigona!
...já passei em vários blogs com Lindas homenagens a Adriano, mas pelo que vejo tu és a única SORTUDA,pois tives-te o privilégio de privar da sua amizade!

Um beijinho amigo!

elvira carvalho disse...

Merecida homenagem. Eu também lembrei esta data. E parece que muita gente na blogosfera, não esqueceu Adriano Correia de Oliveira.
Um abraço

São disse...

Obrigada pela vista, que gostarei de ver repetida muitas vezes.
Parece que conheceu bem Adriano, eu fui aluna de José Afonso.
Saudações!

António disse...

Olá!
Não é justo morrer aos 40 anos, pois não?

Beijinhos

Sininho disse...

Partilhamos as duas do mesmo gosto musical, k bom e adorei o convite para um passeio num belo jardim de mãos dadas, obrigada pelas tuas palavras tão doces, beijinhos

AnaG. disse...

Cá por casa sempre se ouviu Adriano...Zeca...

Ainda se torna mais triste quando se parte tão cedo...

Agradeço a visita ao meu canto e o comentário deixado.

Beijitos

A COR DO MAR disse...

Que bom teres vivido esses tempos e teres privado pessoalmente. Eu apenas pós 25 Abril com alguns nas cantorias.
Deixo um grd beijinho para ti e netinha;)****

Hindy disse...

Beijinho hindyado

Carminda Pinho disse...

Amigona, que honra deve ser pertencer à história de vida de um homem tão generoso.
Beijinhos