quinta-feira, janeiro 06, 2011

Obrigado

Obrigado excelências.
Obrigado por nos destruírem o sonho e a oportunidade
de vivermos felizes e em paz.
Obrigado pelo exemplo que se esforçam em nos dar
de como é possível viver sem vergonha, sem respeito
e sem dignidade.
Obrigado por nos roubarem. Por não nos perguntarem nada.
Por não nos darem explicações.
Obrigado por se orgulharem de nos tirar as coisas por que lutámos
e ás quais temos direito.
Obrigado por nos tirarem até o sono. e a tranquilidade. E a alegria.
Obrigado pelo cinzentismo, pela depressão, pelo dessespero.
Obrigado pela vossa mediocridade.
E obrigado por aquilo que podem e não querem fazer.
Obrigado por tudo o que não sabem e fingem saber.
Obrigado por transformarem o nosso coração numa sala de espera.
Obrigado por fazerem de cada um dos nossos dias, um dia menos interessante
que o anterior.
Obrigado por nos exigirem mais do que podemos dar.
Obrigado por nos darem em troca quase nada.
Obrigado por não disfarçarem a cobiça, a corrupção, a indignidade.
Pelo chocante imerecimento da vossa comidade e da vossa felicidade
adquirida a qualquer preço.
E pelo vosso vergonhoso descaramento.
Obrigado por nos ensinarem tudo o que devemos querer,
o que nunca devemos fazer, o que nunca devemos aceitar.
Obrigado por serem o que são.
Para que não sejamos também assim.
E para que possamos reconhecer, facilmente, quem queremos rejeitar.

Joaquim Pessoa

7 comentários:

Isamar disse...

Um fantástico poema de Joaquim Pessoa. A poesia, tal como a canção, é uma arma que podemos e devemos usar quando os exemplos escandalosos que temos na nossa frente são de rejeitar. Completamente!


Bem-hajas, amiga!

Beijinhos

Maria disse...

Um poema de Joaquim Pessoa que faz todo o sentido. Dedicado à corja que nos tem governado...

Beijinhos, Amigona!

lino disse...

Muito oportuno o poema do Joaquim Pessoa. A propósito, por onde é que ele anda?
Beijinho

greentea disse...

Faço oos mesmos votos do autor do poema !

tudo bom para ti também ...é pena que o tempo nos falte ...sempre tão curto , para tudo o q queremos fazer ...
bjinhos

São disse...

Sabes que conheço o Pessoa desde pequena?

Deste poema gosto imenso.

Bom fim de semana, linda.

Fernando Samuel disse...

Eu subscrevo todos estes obrigados...

Um beijo amigo.

Malu disse...

Um dos mais belos agradeceres que já vi.
Obrigada por me fazer vir por aqui, neste teu canto.
Abraços