domingo, novembro 08, 2009

MUROS

Ontem ao passar pela televisão ouvia sempre "a queda do muro" "os 20 anos para aqui e acolá" "os festejos assim e assado"...hoje ao passar pelo "as palavras são armas" encontrei e partilho convosco:


1 - - Muralha da China – atrai turistas e a nossa admiração


2 - - Israel – Cisjordânia é hoje o muro mais odiado, não respeita quaisquer linhas internacionalmente acordadas. São os muros da ocupação sionista.

3 - muro entre os EUA e o México - 3000 km (três mil) e que o México contesta
As cruzes correspondem aos mexicanos mortos ao tentar ultrapassá-lo

E ainda...

Os outros muros sem vergonha

Brasil (Rio de Janeiro) muros de betão à volta das favelas.
Irlanda do Norte divide a zona católica da protestante.
Entre Marrocos e Sara Ocidental 2700 km.
Botswana e Zimbabwe uma cerca electrificada de 300 milhas.
África do Sul – Moçambique – Zimbabwe, cerca de alta segurança 120 km.
Arábia Saudita – Iémen desde 2006 estão a construir uma cerca.
Emi. Árabes Unidos – Omã os EUA estão a construir uma barreira.
Arábia Saudita – Iraque há planos para erguer uma barreira de 900 km.
Egipto. Entre o Egipto e Rafah (Palestina), há um muro de cimento.
Chipre – República Turca de Chipre do Norte muro de 180 km.
Iraque, após a ocupação os EUA contruíram um muro de cimento com 5 km de comprimento e 3,6 de altura à volta do bairro sunita em Bagdade.
Turquemenistão – Uzbequistão uma barreira de 1700 km ao longo da fronteira uzbeque.
Uzbequistão – Quirguistão uma cerca de arame farpado entre os dois países.
Uzbequistão – Afeganistão estão a construir na fronteira uma cerca de arame farpado e outra electrificada.
Afeganistão há barreiras espalhadas pelas ruas de Cabul para proteger os edifícios das organizações internacionais.
Paquistão – Afeganistão há planos para um muro de 244 km.
Irão – Paquistão começou a construção de um muro em cimento com um metro de espessura 3 m de altura e 700 km de comprimento.
Índia – Paquistão estão a construir uma cerca com 1800 km.
Tailândia – Malásia há na fronteira um muro de 2,5 m de altura, com arame farpado.
China – Hong Kong/Macau entre a China-mãe e as regiões especiais existem cercas com sensores térmicos, luzes e câmaras.
Coreias, a Coreia do Sul construiu uma barreira na fronteira.
Rússia está a erguer barreiras nas fronteiras com a Noruega, Filândia, China, Mongólia e Coreia do Norte.

Como diz o "as palavras são armas" :

Quando todos estes muros “caírem” teremos festa até ao fim do século.

7 comentários:

Maria disse...

Minha querida, mas AQUELE era "o muro" que lhes fazia cócegas...

Bom domingo, chuvoso por aqui.
Beijos e um abraço

Aristides disse...

E os muros que têm naquelas cabecinhas e que não os deixa ver mais longe?
Bjs

Sara MM disse...

Muito bem visto, realmente......

BJss gds!!!

greentea disse...

só se fala do de Berlim ... os outros, estão longe e ninguem quer saber deles ...

Paula disse...

Os piores muros existem entre as pessoas... na demonstração de racismo, na falta de apoio ou ajuda comunitária... nas acções que temos para outros seres humanos!
Quando esse "muro" cair teremos um mundo perfeito!

Beijocas e Boa Semana Amigona***

São disse...

Os piores guetos , os muros mais difíceis de destruir são os que se erguem na cabeça das pessoas!

E a mim nauseia-me que as mesmas criaturas que tanto festejam uma queda ( que, devo dizer, considero boa) ignorem por completo -e por estritas questões de interesses - todas estas muralhas que aqui são referidas.

Bem hajas, amiga!

Babaca BRDiv disse...

Belos comentários sobre MUROS. Vejam as PONTES, são belas e significativas em seus objetivos primários..."ligar, compartilhar, permitir, facilitar, compartilhar entre outros adjetivos", em oposição aos muros..."separar, ocupar, danificar, dividir e impor separações de todos os tipos". Temos que construir mais pontes entre os humanos (ditos sábios ou sapiens) e destruir quaisquer tipos de muros. Como as religiões, nacionalismos, éticas nacionalistas deturpadas, etnias impositoras, dogmas improváveis e imposições imperialistas entre muitos outros, são o verdadeiro erro da atual situação mundial. Atualmente se tem mais muros de separação e vergonha o que em qualquer época da história conhecida. Mais pontes e menos muros para o mundo.