domingo, outubro 26, 2008

Liberdade

(Sabem onde é?)

Liberdade

Aqui nesta praia onde

Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade


(Sophia de Mello Breyner Andresen).

15 comentários:

Maria disse...

Que bom é ler Sophia olhando este mar azul...
Não sei onde é, mas arriscaria algures na costa alentejana, não muito lonje de Sines.

Beijinho, querida Amigona

São disse...

Olhando, parece-me a Boca do Inferno, em Cascais.
Atendendo à autora, talvez seja no Algarve.
Feliz semana, linda.

tulipa disse...

Deixei umas palavrinhas no outro post, no anterior a este...

Não sei onde é, porque este ano percorri a nossa costa e há pedaços muito idênticos.
O que interessa é que é linda a paisagem que captas.
Parabéns.

NELIO disse...

VIM CÁ DEIXAR UM BEIJINHO E LHE DESEJAR UMA SEMANA MUITO BOA.....QUANTO Á FOTO, NÃO SEI MAS DEVE SER PELO ALGARVE....

Brancamar disse...

Olá minha amiga,

Começo por dizer que fiquei muito feliz com uma notícia que vi mais para traz, feliz por vós e pela princesa, não comentei na altura porque em questões familiares para te ser sincera prefiro o silêncio no momento da exaltação, às vezes fico sem saber que dizer.
Continuando, este mar tem uma côr que é uma loucura, apaixonante, eu apostaria mo mar do Promontório de Sagres ou por aí perto já na costa Alentejana. Espero que no final nos desvendes o segredo.
Fica bem.
Beijinhos e um especial para a Catarina.
Branca

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Algures no sul de Portugal?? :))

Beijo meu ♥,

A Elite

PS: o comentario que me deixaste é tudo o que penso de ti :)

BlueVelvet disse...

Parece-me ou Guincho ou Sagres:))
Em qualquer dos casos, é lindo.
Boa semana

Carminda Pinho disse...

Humm...eu voto no Guincho, Cascais. :)))

Beijos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Amigona
Um lindo poema num lugar de encantamento.
Onde fica? Para o lado de Lagos (D.Ana, Ponta da Piedade) é o meu palpite.
Amigona vejo que recuperaste a poesia. A tua alma descortina os horizontes sob a égide duma princesa chamada Catarina.

Beijos

Agulheta disse...

Amigona. As palavras de Sophia,com esta imagem de mar de tirar a respiração.Quanto ao sítio? penso ser do guincho?
Beijinho

obrigada pela visita

Espaço do João disse...

Seguremos a bússola da vida. a imagem do penedo , será o cabo das Tormentas? Esse belo mar, faz-me lembrar a costa nortenha.Esse penedo não tem foma de gente, mas é duma beleza descomunal. Um beijo amigo João

Alma Minha disse...

Adoro Sophia de Mello!
Beijo

São disse...

Ai que já não tenho unhas, linda!!
Abraços.

Sophiamar disse...

Um poema que leio apaixonadamente. E não te sei dizer quantas vezes já o li. Penso que a imagem fica algures entre Lagos e Sagres. Mas o mar é sempre o mar! Essa paixão que tanto me atrai.

Beijinhos mil

Sara MM disse...

uhau! lufada de ar fresco... mas quente... confortante!

BJss