segunda-feira, março 31, 2008

Intervalo II


Eu explico o que não consegui no post anterior:
1) EU SEI o que se passou na aula com a professora, a aluna e o
telemóvel.
2) EU SEI o que os restantes alunos da turma fizeram.
3) EU VI o vídeo.
O que EU NÃO SEI e queria que me explicassem (e penso que só a professorinha entendeu) é porque neste país à beira-mar plantado, aconteceram os desenvolvimentos seguintes, OU SEJA, tendo presente que:
1) Conheço BEM a Margarida Moreira (Directora Regional da Educação do Norte)...
2) Sei o que foi a manifestação nacional de 100 000 professores e os comentários altamente "apreciadores" dos responsáveis do governo...
3) Sabemos TODOS (mesmo os não professores) como está a moral destes profissionais que têm sido tão mal tratados pela tutela, inclusivé a nível de situações muito complicadas a nível humano (pedido de reformas - professores com cancro)...
4) Sabemos, também, como infelizmente situações destas aconteceram inúmeras vezes sem NINGUÉM ter feito NADA!!!
SABEMOS tudo isso e muito mais e vocês querem dizer-me que, enquanto estive fora, houve para aí um MILAGRE qualquer, eu venho e leio a Directora da DREN, a Margarida Moreira (a tal do professor Charrua!) dizer que:
- a professora só volta para a escola quando se sentir em condições!!!!
- a professora precisa de descansar e da solidariedade dos colegas e talvez NÃO volte à escola até ao final do ano!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Era ISTO que queria que me explicassem!!!! O tempo voltou para trás e os professores voltaram a ser respeitados ou eu enganei-me no avião e fui ter a outro País????!!!!!!!!!!!!
Desculpem, meus queridos, mas quando falo na minha avozinha e relembro que ela dizia "quando a esmola é grande, o pobre desconfia" é mesmo aí que EU QUERO chegar: há QUALQUER COISA nesta história que eu não entendo!!!
E VOCÊS?

26 comentários:

São disse...

Viva, linda! Bem regressada sejas!
Tens razão, quando a esmola é grande o pobre desconfia!
Mas eu ouvi na SIC que a professora retomaria a ctividade hoje e Mário Nogueira , respondendo a Mário Crespo, disse que estaria alguém do Sindicato na Carolina Michaelis a prestar a poio" se a colega assim o desejar".
Eu só espero é que alguma coisa de sério se faça, antes que aconteça a tragédia que vitimou o professor brasileiro!!
Também não percebo outra coisa: a aluna é menor não pode ser responsabilizada, mesmo com antecedentes...E os pais, também não?! Fica tudo em brancas nuvens?!
Desculpa tre-me alongado, sim?
Beijos, amiga!

Oficinas RANHA disse...

Enquanto se mostram muito solidários com a professora em causa não se tomam medidas do sentido de modificar o estatuto do aluno nem do professor nem da própria escola como local de autoridade. Mais uma vez se "tapa o Sol com a peneira".
Eu acho que é o que se passa.
Beijinhos da Ana Cristina

Um Momento disse...

Muito bem regressada amiga:)
Espero que tenhas tido uns dias Maravilhosos:))))))))
Quanto ao que respeita o teu post...
é isso mesmo que dizes..."quando a esmola é grande... o pobre desconfia..."
Vamos a ver até onde irá tal situação...
Deixo-te um beijo grande!!!

(*)

Maria disse...

A minha indignação está é a ficar generalizada, Amigona....
Mas estes dias vou tentar não pensar... :)))

Beijos e um abraço enorme

São disse...

Afinal, é certo : a professora de francês não dará mais aulas.
E é preciso chamar a polícia por um telemóvel na Carolina Michaelis?!
E no resto do país?!
Devo estar a ficar tonta...
Abraços, linda.

Sophiamar disse...

O telemóvel, querida amiga, fez toda a diferença. Aí está a realidade. É indesmentível. A humilhação, o vexame da professora em questão foi visionado por todos nós.

Beijinhossss

SILÊNCIO CULPADO disse...

AMIGONA
Minha querida "galinha gorda a pastor choca vai ela".
Só pode.

Beijinhos

Carminda Pinho disse...

Amigona,
eleições à vista, minha linda...

Beijos

Sophiamar disse...

Minha Querida Amiga Grande!

Cá estou para te dar os bons dias e desejar-te uma boa terça-feira. Eu estou quase de saída para o banhinho e restante preparação do dia.
Deixo-te mil beijinhosssssss

Alma Minha disse...

Cá por mim a senhora professora vai ficar arrumada na prateleira e a memina vai continuar a passear com o seu belo telemóvel...
É de gritos!!!

Adorei as tuas fotos!
Beijos

avelaneiraflorida disse...

Querida Amigona,
O retomar das actividades lectivas, a mudança de hora,acontecimentos relacionados com a vida de familiares, têm conseguido "baralhar-me" o tempo de que preciso...
Tento visitar todos os amigos, mas não tenho conseguido e peço desculpa!!!
Não vou comentar esta situação! Desculpa, amiga!!! Apenas posso dizer que em quase 34 anos de ensino sempre respeitei os alunos com quem trabalhei e sempre lhes exigi de volta esse respeito!
Continuarei a fazer o mesmo enqunto for "funcionária" do Ministério da Educação!
Como professora defino as regras de sala de aula desde o início de cada ano! Somos uma equipa, como tal trabalhamos todos para o mesmo obejctivo: aprender!!!

Desculpa se me alonguei demasiado!
Bjkas!!

aramis disse...

Eu também aguardo explicação, pois a baralhação é mais que muita!...

Minha querida Amiga, passei para matar saudades e deixar-te um beijinho muito grande!

poetaeusou . . . disse...

*
amiga, desculpa,
mas não sabes,
nem o nosso governo sabe,
recebem ordens dos . . .
,
espero que caxias
ainda esteja desactivada,
o forte peniche está,
estive lá á pouco tempo,
recordando . . .
,
conchinhas
e tem cuidado
com as forças ocultas ...
,
*

São disse...

Venho deixar-te um abraço.
Beijos, querida.

malukinha d'arroios disse...

amigona,



não houve milagre, não há milagres... há é um País, onde a comunicação social está muito bem encostada)embora haja algumas excepções)como o jornal Público,e outros...

e nós os governados, a ser esmagados por governantes,

saudades... que saudades do tempo em que se podia falar sem medo, viver sem medo... isto está um caos... safa! ninguem se entende... e quem sabe não fala.

porque a professora não fala? porque não diz a um jornal que não lhe apetece ir trabalhar, ou que foi "convidada" a ficar em casa, mais um tempinho?

ó senhores, se sabes, podes dizer-me?

nunca vi tanta m***da feita em tão pouco anos... corruptos por todo o lado mas lá em cima...em baixo, o pobre coitado... come e cala... puxa que isto é de mais!

um beijo

Lisa's mau feitio disse...

Avó de meu coração!!

Onde anda? :(

Bem, qto ao assunto do dia no seu blog, só lhe digo q para mim, isto é tapar o Sol com a peneira...
Não sei.

Na verdade e analisando tudinho, não há a medida ideal a tomar...

Uma professora que dá lá aulas, comentou hoje comigo que a melhor solução era Transferir o Conselho Executivo de Escola no lugar dos dois miúdos.

Ando tão fartinha, tão confusa que já nem eu sei... E tb n tenho gde experiência profissional para dizer grande coisa.... Mas tenho alma e coração.

Avó linda, venha só dizer onde anda... saudadinhas, tantas...

Beijinhos tão bons!!!
Lisa

RU2X disse...

Olá
Creio que todo este burburinho, se deve apenas a haver um video, o mesmo ter sido colocado na net e os meios de comunicação de massa terem feito noticia acerca desta ocorrência.
Todos sabemos que diáriamente acontecem episódios muito mais graves do que este dos quais ninguém fala.
A parte positiva é que devido ao remexer das águas se possam tomar acções com vista a tornar a escola um local onde se está para ensinar e para aprender e que a mesma deve ser respeitada como instituição para formar os homens e mulheres de amanhã.
Não sei o que os governantes vão fazer, mas virados como estão para as novas tecnologias, quem sabe as salas de aula no futuro terão cameras de vigilância video que servirão vários propósitos para além de resolver a indisciplina.
Um deles poderá ser a avaliação dos professores. Portanto se for professor, sorria pois pode estar a ser filmado e avaliado :)
Um abraço
Raul

Agulheta disse...

Amigona.
Daqui a nada os professores passam a ser os réus eos alunos mal comportados as vítimas,se calhar os pais tem medo deles! olhas sabes que te diga,pobre PAÍS)os inocentes vão pressos ficam os ladrões a solta,"desculpa esta".

Beijinho Lisa

SILÊNCIO CULPADO disse...

Amigona
Deixo-te um abraço apertado.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Amigona a vida é um labirinto mas


"Apesar das ruínas e da morte
aonde sempre acaba a ilusão,
a força dos meus sonhos é tão forte
que de tudo ressalta a exaltação
e nunca as minhas mãos ficam vazias."
(Sofia de Mello Breyner)


Beijinhos

elvira carvalho disse...

Um doce para tentar "amaciar" os gritos de revolta dos professores.
Um abraço

Susete Evaristo disse...

Amiga como sabes não sou professora nem era profissão que exercesse, embora seja uma das que mais respeito e admiro exactamente porque a considero das mais gratificantes e ao mesmo tempo uma das mais ingratas.
Eu não saberia exercê-la como já tantas vezes te tenho dito porque a meu ver só quem tem mesmo vocação para o ensino a devia seguir.
Daí que, o que a mim mais me aflige no meio disto tudo é a atitude da professora.
Não, não estou a desculpar a jovem que com 15 anos já sabe muito bem o que faz, mas a professora?! que atitude mais confrangedora.
Então coloca-se ao nível de uma catraia na teimosia por um telemóvel? (sim porque para teimar são precisos dois)
Não teria sido mais sensato largar a porcaria do telemóvel e chamar alguém do Conselho Directivo? ou quem tivesse pulso para colocar a ordem na sala?! já que a senhora pela idade ou pela falta de formação condigna o não sabia fazer?!
Que me desculpe quem pensa de modo diferente mas, eu além da má educação da aluna vejo a prepotência e incapacidade da professora e a sua falta de habilidade em tratar com problemas como este. Alguém que se colocou em pé de igualdade no "campo de batalha" e que não só permitiu a situação como ajudou à missa. É foram muitos minutos.
Por fim acho que um professor é um educador (até parece chavão) que respeita e se deve dár ao respeito, não queria um exemplo destes para professor dos meus filhos.
Tu que tens tanta experiência de trabalho em escolas problemáticas, nunca terás permitido tal situação a tua postura foi sempre outra daí o respeito que te tinham alunos e pais.

Sophiamar disse...

mil beijinhosssssss

tem um bom dia!

Sara MM disse...

mas não é esmola nehuma!!!!!

é tão simples:

um atestado psiquiátrico a dizer isso mesmo: "não está em condições blablabla".

E não estará, claro. Mas deveria estar!!?!? isso não sei...


Bjss

Sara MM disse...

ou seja.. não é solidadriedade extra nem nada que mudou... são as mesmas regras! sempre existiram atestados.. bons e maus (ie. verdadeiros e falsos)...

Espaço do João disse...

Quanto a mim há duas coisa bem destintas.
Uma é a falta de valores existente na classe juvenil que não é acompanhada pelos papás que se dizem em crise e que satisfazem os betinhos com tudo o que eles pedem. Dar-lhes um raspanete em casa , não é com eles. Outra que não tem a ver com a situação é que também certos professores não teem acompanhamento pedagógico para enfrentarem certos energúmeos que andam à solta. Não podemos também ser cegos e verificar que há certos professores a se manifestarem sem razão pelo menos aparente. Resumindo e concluindo:- Casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão. Com tudo isto resta-me perguntar:- Quo-Vadis Senhor? Como formador que já fui,também passei por algumas situações desagradáveis mas, consegui sair por cima. Espero castigo digno tanto para a aluna como para os pais da mesma. As estatisticas dizem que há 2 telemóveis por cada português. Pela minha parte enganaram-se pois não tenho nenhum e felizmente não preciso.Também ouvi dizer que há uma pistola para cada 3 portugueses, pela minha parte também dispenso. Um abraço muito cincero João